Postagem pela TAG "coco chanel"


Olá Amadas,

Sinônimo de elegância, o nome Chanel já transcendeu a grife e sua criadora, Coco Chanel. Isso porque o nome e a marca são símbolos de riqueza, luxo e sofisticação na hora de se vestir. E sem dúvida alguma, uma das peças mais simbólicas e tradicionais de toda a grife são os sapatos bicolores, que apareceram pela primeira vez no mercado em 1957.

Tendência-chanel-party-style-carla-camara-001O modelo que já adornou os pés de personalidades como Brigitte Bardot e Jane Fonda é ainda hoje, depois de quase 60 anos, um dos artefatos mais procurados e comprados na maison ao redor do mundo. Um dos itens de desejo mais frequentes no imaginário feminino, o par de sapatos com bico de cor diferente do restante do calçado é dono de uma história bem interessante. Ficaram curiosas?! Então continuem lendo…

A história por trás dos famosos sapatos bicolor
Coco Chanel foi, em toda a sua carreira, uma estilista revolucionária, que quebrou padrões que eram impostos ao vestuário feminino. No começo de sua carreira, ela contrariou a estética francesa exagerada em voga na época e deu às suas criações uma cara simples e sofisticada, inserindo as calças no guarda-roupa feminino. E como todas as suas criações, o sapato bicolor também foi revolucionário em sua maneira. A ideia de Coco Chanel ao desenhar o renomado sapato, que na época foram chamados de “os novos sapatos de Cinderela”, era criar um modelo que combinasse com tudo, algo que não existia no mercado época.

sapato-chanel-partystyle-carla-camara-31-maio-2016-002E apesar de parecer sem querer, cada detalhe do sapato foi pensado com uma função específica. Nem mesmo as cores foram escolhidas ao acaso. O bege do corpo do sapato foi escolhido pois o tom alonga as pernas, já o preto da ponta foi escolhido por dar a impressão de pés menores e também por proteger o sapato por mais tempo do que uma cor clara.Tendência-chanel-party-style-carla-camara-004E como tudo no sapato, o elástico da parte de trás também não foi ao acaso. Uma colaboração do sapateiro Massaro, ele foi escolhido por dar uma maior sensação de liberdade de movimento, combinando perfeitamente com o salto grosso de cinco centímetros, que era – e ainda é – facilmente adaptado para a vida cotidiana.
sapato-chanel-partystyle-carla-camara-31-maio-2016-003

Tendência-chanel-party-style-carla-camara-003E o sapato, que já ganhou sua versão em sapatilhas bicolores, voltou à moda e às passarelas nas mãos de Karl Lagerfield, o atual diretor criativo da marca. Na coleção de outono de 2015 os modelos tradicionais, bicolores e com tiras na parte de trás, para a alegria de muitas, voltaram a aparecer nas passarelas e nas ruas.sapato-chanel-partystyle-carla-camara-31-maio-2016-001

sapato-chanel-partystyle-carla-camara-31-maio-2016-005

NEW YORK, NY - SEPTEMBER 13:  Author Leandra Medine seen around Spring 2016 New York Fashion Week: The Shows - Day 4 on September 13, 2015 in New York City.  (Photo by Bryan Bedder/Getty Images)Do tradicional chanel bicolor surgiram variações como podem ver abaixo:Tendência-chanel-party-style-carla-camara-005

Processed with VSCOcam with s3 preset

Tendência-chanel-party-style-carla-camara-007

Tudo isso só mostrou que apesar de ter quase 60 anos de idade, o sapato continua sendo um modelo que combina com tudo, sem perder a elegância. E ainda hoje, desde sua criação, os sapatos são confeccionados à mão na Itália. Cada um leva duas horas para ser produzido e passa por um total de 65 processos até a sua finalização. Um clássico atemporal, tal como todas as outras criações da genial Coco Chanel.

E aí? Prontas para usar?

Um beijo,

(@PartyStyle_ Dicas e Inspirações)

Crédito imagem: celiaporto, www.huffingtonpost, garypeppergirl, popsugar, stilettosontreadmill.blogspot, www.symphonyofsilk, justthedesig






© 2014 PartyStyle.

Todos direitos reservados.

Desenvolvido pela